Batalha entre brasileiros e estrangeiros agita Super Final do Arena Cross 2021

Batalha entre brasileiros e estrangeiros na Super Final do Arena Cross. Foto: Tiago Lopes

A Super Final do Arena Cross, neste sábado e domingo (27 e 28/11), promete fortes emoções na pista montada no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo (SP). A decisão da temporada 2021 reunirá pilotos brasileiros e estrangeiros, incluindo convidados, que vão acelerar em busca das vitórias nas corridas deste tradicional campeonato off-road do país.

A competição conta com quatro categorias: Pró (acima de 16 anos e motos até 450cc), AX2 (de 14 a 23 anos e motos até 250cc), 65cc (de 7 a 12 anos) e 50cc (de 5 a 9 anos). Nas classes infantis, Kevyn de Pinho e Heitor Matos estão na ponta do ranking da 65cc e 50cc, respectivamente. Nesta última, destaque também para Alicia Sagae, que largou na frente na primeira etapa e agitou as arquibancadas em Caraguatatuba (SP).

Pela principal categoria, a Pró, o venezuelano Anthony Rodriguez (KTM) é o líder com 37 pontos, três a mais que o brasileiro Hector Assunção (Honda), campeão de 2019. Cada um venceu uma bateria na etapa de abertura e estão determinados em superar todas as adversidades para buscar o título de 2021.

Anthony Rodriguez, venezuelano líder da Pró
Foto: Tiago Lopes

Com um problema no cotovelo, Rodriguez não tem participado de outras provas para se poupar para a Super Final do Arena Cross. “Quero muito ganhar e estou guardando as energias para esta decisão que vai estar bem disputada. Já tinha como adversário o Hector, que estava bem forte na primeira etapa, e agora terá também mais gringos. Será um grande show”, conta Rodriguez.

Vice-líder da categoria, Hector Assunção também está animado com esta decisão. “Vai ser um evento muito bacana, cheio de estrangeiros e com a pista mais técnica. Eu gosto bastante disso e estou bem empolgado para disputar lado a lado com esses pilotos. Eles já estão acostumados com esses circuitos mais difíceis e vou com tudo para buscar mais esse título”, ressalta Assunção.

Hector Assunção, brasileiro vice-líder da Pró
Foto: Tiago Lopes

Na lista de estrangeiros confirmados na Pró estão os representantes dos Estados Unidos, como Tyler Bowers, tetracampeão do Arena Cross USA; Cade Clason, que tem pódio no Canadense de Supercross e participações no Main Event do AMA Supercross; e Henry Miller, que acumula experiências no AMA Pro Motocross. Já o inglês Adam Chatfield correu por muito tempo no Brasil e tem o título do Arena Cross de 2012 e do Brasileiro de Motocross de 2013 na MX1. Jetro Salazar (Equador) e Humberto Martin (Venezuela) são os pilotos de fora que estão radicados há anos no país.

Atual campeão do Arena Cross na categoria Pró, o português Paulo Alberto (Yamaha) já participa do campeonato desde 2013. “Vai ser um evento diferenciado por ser dentro do pavilhão. Sem dúvida, teremos um grande espetáculo, em uma pista de alto nível, construída pelo inglês Justin Barclay. A presença de gringos aqui é muito bacana e eleva o nível dos pilotos nacionais”, lembra o dono do título de 2020.

Do lado brasileiro, a categoria Pró conta também com Fábio Santos, Caio Lopes, Ricardo Carneiro, Gustavo Pessoa, Rafael Faria, Jean Ramos e Lucas Dunka, atual bicampeão da AX2.

Em relação à categoria até 23 anos e para motos 250cc, o brasileiro Enzo Lopes se junta ao grupo que tem Pepê Bueno (Yamaha) na liderança, com 20 pontos. “As expectativas são as melhores. Comecei vencendo a abertura, que foi muito bom pra mim. Estou bastante confiante para essa final. Vou tentar manter o foco e me concentrar para tentar levar o título para casa”, comenta Bueno.

Pepê Bueno, brasileiro líder da AX2
Foto: Tiago Lopes

Leonardo Souza (Honda), terceiro colocado da AX2 em 2020 e atual quarto lugar na classificação, é outro que está de olho no título. “Estou bem feliz com essa etapa que promete ser muito boa. Vamos fazer alguns treinos finais nesta semana mais específicos. Estou bem confiante para essa etapa e quero brigar pelo campeonato até a última volta”, finaliza Souza.

O Arena Cross 2021 tem patrocínio da Honda, Pro Honda, Monster Energy, além do copatrocínio da KTM e Kawasaki. O evento conta com a parceria da Prefeitura de São Paulo e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME). O apoio é da revista Pró Moto, revista Dirt Action e Moto Channel Brasil. A supervisão é da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). A realização é da Romagnolli Promoções e Eventos e Liga Nacional de Esportes a Motor (Linem). 

Serviço:
Arena Cross 2021 – Super Final

Data: 27 e 28 de novembro (sábado e domingo)
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi – Setor Norte Indoor
Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.451 – São Paulo (SP)
Ingressos: Vendas disponíveis em www.arenacross.com.br/ingressos
Arquibancada geral inteira – R$ 40 por dia
Arquibancada geral meia entrada – R$ 20 por dia
Torcida Vip Premium – R$ 160 por dia

Programação:
Sábado (27/11)
13h – Abertura dos portões
16h30 – Treinos classificatórios
19h – Abertura do evento
19h30 – Início das provas
22h30 – Encerramento

Domingo (28/11)
9h – Abertura dos portões
9h30 – Warm-up
11h – Abertura do evento
11h30 – Início das provas
15h30 – Encerramento

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡! 

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!