Conheça Bia Gomes #1, a campeã Goiana de Motocross 2022

Bia Gomes #1 Foto: Rodrigo Júnior

A piloto Brasiliense, Bia Gomes #1, praticante do esporte há 16 anos, sagrou-se tricampeã Goiana de MX em 2022. Como destaque feminino na região Centro-Oeste do país, nosso repórter fotográfico Rodrigo Júnior criou um ensaio de fotos especial com a piloto, e para divulgar as belas imagens aqui na nossa mídia decidimos bater um papo com a atleta residente em Brasília/DF, e contar um pouco mais da história dessa jovem campeã e incentivadora do público feminino nas pistas de todo país.

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

SR: Bia como foi a sua entrada no esporte, qual foi seu principal incentivo para iniciar na modalidade Motocross?

Bia: Meu principal incentivo para começar no esporte foi meu pai. Quando eu tinha 5 anos fui assistir uma corrida de Enduro que ele fazia na época e eu fiquei encantada. Disse pra ele que queria uma moto e ele não acreditou, mas todos os dias eu pedia uma. Quando fiz 7 anos ele me deu uma “Pandinha” e logo que cheguei em casa fiz um circuito com papel higiênico pra começar a treinar. Fomos pra minha primeira corrida e eu ganhei e desde então, o motocross se tornou minha vida.

SR: Quais seus maiores desafios ao pilotar uma motocicleta tão agressiva como as motos de off-road?

Bia: Meus maiores desafios hoje são minha altura e força. Por não dar pé na motocicleta, fico insegura em algumas situações, principalmente no barro, onde um piloto mais alto consegue colocar os pés no chão para se apoiar e eu não consigo. Qualquer queda em corrida me faz perder muito tempo por conta da dificuldade de levantar a moto.

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

SR: Você pilota há 16 anos e viu várias gerações de pilotos femininas brilharem no Brasil, em qual das grandes pilotos da MXF você mais se espelha?

Bia: Com certeza minha maior inspiração no esporte sempre foi e sempre vai ser a Mariana Balbi. Me espelho no estilo de pilotagem dela e a cabeça que sempre teve em todas as provas e campeonatos.

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

SR: Já sofreu algum tipo de preconceito por praticar um esporte tão duro para o público feminino? E como você enxerga a atual crescente de mulheres acelerando em diversas modalidades por todo o país?

Bia: Com certeza, sempre escuto coisas como “nossa, você é tão feminina, não parece que faz motocross”. Mas acredito que o pior preconceito é o que vem dos homens que estão dentro do esporte, quando não aceitam perder pra mulher, ou para justificar a perda dizem que eu “ando igual homem”.

Fico muito feliz vendo que tem aumentado cada vez mais a quantidade de mulheres no esporte. Quando comecei a andar de 250cc, não tínhamos mulheres o suficiente para ter a categoria MXF, então sempre corria nas categorias masculinas, hoje que conquistamos isso, não podemos deixar acabar.

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

SR: Como piloto qual a sua maior meta e o seu maior sonho?

Bia: Minha maior meta sempre é tentar me superar cada vez mais. Eu sempre fui uma pessoa muito competitiva, então muitas vezes minha cabeça me atrapalhava dentro das pistas. Então minha meta é conseguir ganhar de mim mesma. Meu maior sonho hoje é conseguir fazer todas as etapas do Brasileiro, minha rotina e a distância das corridas me impede. Claro que além disso, tenho o sonho de algum dia correr lá fora também, só para ter essa experiência.   

SR: Qual foi o seu melhor e o pior momento na carreira como piloto de MX?

Bia: Meus melhores momentos foram quando corri o Arena Cross na 65cc, o Brasileiro e a Superliga na MXF. Não da pra descrever o sentimento de estar nos maiores campeonatos do Brasil. Meu pior momento foi quando estava na 65cc e quebrei o braço. Tive um problema de calcificação e quebrei de novo no mesmo lugar mais 2 vezes. Fiquei 2 anos pra me recuperar, nunca pensei em parar de pilotar, mas nessa época foi muito sofrimento.

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

SR: Você acabou de conquistar o título de campeã Goiana de Motocross em 2022 pela categoria MXF, o estado do Goiás tem um dos campeonatos estaduais mais fortes e bem organizados do país e inclusive muitas praticantes da categoria feminina. Como foi esse desafio e o que você espera para 2023 no Goiano de MX?

Bia: 2022 foi um ano muito importante pra mim. Hoje em dia eu trabalho e estudo, então fica muito difícil conciliar os treinos com a rotina. O Goiano foi o primeiro campeonato oficial que participei na minha vida, então tenho um apego sentimental por ele. Não estava pensando em competir ano passado, mas quando soube que ia voltar o MXGO não podia deixar de comparecer. E foi ótimo, senti minha evolução em cada etapa, mesmo sem conseguir treinar muito.

Pra 2023 espero conseguir me dedicar um pouco mais aos treinos e sempre dar o meu melhor dentro das pistas, sem quedas.  

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

SR: Para finalizar, parabéns pelo ensaio fotográfico com o nosso repórter fotográfico Rodrigo Junior, as imagens ficaram incríveis, aproveite esse espaço para agradecer seus patrocinadores e as pessoas que te apoiam nesse esporte incrível e parabéns pelo 3º título Goiano de MX.

Bia: Obrigada, com certeza esse foi o melhor ensaio da minha vida, o Rodrigo conseguiu extrair o melhor do espaço e fazer imagens maravilhosas e estou muito feliz com o título.  

Bia Gomes #1
Foto: Rodrigo Júnior

Quero agradecer meu pai, Moisés, por todo apoio desde que comecei no esporte, ele nunca mediu esforços para me dar tudo do melhor e me ajudar a conquistar meus sonhos. Minha mãe, Roseli, que mesmo de longe está sempre torcendo e mandando energias positivas. Meu namorado, Rodrigo, por me ajudar nos treinos, ficar feliz com minhas vitórias e por cuidar tão bem de mim quando me machuco, mesmo com uma rotina tão corrida faz questão de estar comigo nos meus momentos mais importantes. Quero agradecer também duas pessoas muito importantes na minha vida, “Deko” e Amanda, que me apoiam e me colocam pra cima sempre, amo cada um de vocês com todo o meu coração. Obrigada por tudo, sempre.

Por fim, Horus Racing, que sempre de fornece os melhores conjuntos, o que ajudou muito pra esse ensaio ficar do jeito que ficou, e agradeço ao Show Radical, pela entrevista e pela oportunidade de contar um pouquinho da minha história!

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical ⚡

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!