Copa Minas Gerais de Motocross 2013 o Gran Finale

    Copa Minas Gerais chegou ao fim no mês de dezembro de 2013 em sua 4ª etapa marcando a história do motocross mineiro, saiba aqui no Show Radical todos os detalhes sobre esse sonho que se tornou realidade!


    Rafael Faria foi o grande nome da Final vencendo as duas principais classes. Mais os grandes campeões da copa 2013 foram o goiano Wellington Garcia pela MX1 levando como prêmio 1 carro 0km e o mineiro Jorge Balbi pela MX2 garantindo a moto 0km.

    Um sonho: organizar uma grande corrida! …Intenção: valorizar cada um envolvido no meio, desde pilotos, público e profissionais da área… Resultado: objetivo concluído com sucesso!!!
    Assim foi a Copa Minas Gerais de Motocross 2013, um homem de coragem mais um homem de poder, unidos pela mesma paixão e por um só ideal construíram com muito sucesso um evento que reuniu a elite do esporte nacional com fortes participações estrangeiras em todas as etapas. Sarzedo, Betim e São Gonçalo do Rio Abaixo foram os palcos desses grandes shows. A média de público ultrapassou a marca de 30 mil pessoas por etapa, o valor do ingresso?… 1kg de alimento que no final foi doado para instituições locais e todos os doadores concorreram a 1 moto 0km em cada uma das etapas.  Para os pilotos 37 mil reais em jogo também por etapa e na final mais de 100 mil reais foram distribuídos entre vencedores e campeões.


    Chegamos em São Gonçalo do rio Abaixo para a 4ª e última etapa na sexta feira a noite e notamos o clima chuvoso no local, mas rapidamente a área de box foi lotando. A estrutura como sempre de ponta, boxes asfaltados, com energia elétrica, água, chuveiros quentes e muito mais. Dormimos na cidade para nos preparar para o início do evento no sábado 07/12/13 com as categorias de base e reconhecimento da pista para os profissionais.


    Assistam ao vídeo com as autoridades.


    Como mídia e formadores de opnião nós do Show Radical, não podemos deixar de agradecer a oportunidade e de sempre mostrar essa dupla de sucesso. Ricardo Lima o “Cadinho” e Cassios Marques o “Cassinho” foram os idealizadores e realizadores da COPA MINAS GERAIS DE MOTOCROSS.


    Além de toda estrutura e preocupação em agradar e atender bem aos pilotos e ao público o evento se tornou sem dúvidas uma grande vitrine para marcas e patrocinadores e conquistou grandes empresas da cena esportiva no país, além de todos os patrocinadores oficias que serão mensionados aqui na matéria, a empresa Stocovich Designs de São Paulo, sempre presente nos maiores eventos radicais do país, acreditou e investiu na copa Minas Gerais participando como parceira na etapa final e já confirmou participação e presença em todas as etapas que virão em 2014. Confiram a palavra do diretor da empresa André Stocovich Neto:
    “Me surpreendi com tamanha estrutura e organização, como piloto e empresário ouvi durante todo ano os comentários sobre a Copa Minas Gerais, mais apenas quando cheguei no evento nesta etapa final foi que pude notar a dimensão do negócio. Sem dúvidas este evento está na lista dos mais top’s que participei em 2013 e também na lista dos investimentos que faremos para 2014, parabéns a todo pessoal de Minas e aos organizadores pela iniciativa e sucesso alcançado!”
    Empresas e empresários interessados em patrocinar e investir na copa em 2014 devem fazer contato através do e-mail: [email protected]


    O capricho, o carinho e a atenção da Copa Minas Gerais nos detalhes é praticamente impecável, tudo é feito com muito amor, dedicação e valorização a todos os envolvidos, confira a qualidade dos troféus e taças da etapa final. As prefeituras, patrocinadores e organizadores não economizam em nada.


    Antes de entrar definitivamente no texto das corridas da final, em nome da organização da Copa Minas agradecemos a todos os prefeitos das cidades que receberam a copa em 2013, pessoas de mente grande, que enxergaram grande e investiram alto, graças a estes gestores a copa Minas Gerais alcançou tamanho sucesso e levou os nomes de Sarzedo na pessoa do Sr. Werter Resende, de Betim em nome do Sr. Carlaile Pedrosa e em São Gonçalo do Rio Abaixo em nome do Sr. Antônio Carlos Noronha Bicalho a todo o território nacional com tanta mídia e divulgação deste campeonato. Parabéns senhores prefeitos por terem feito a diferença na gestão de seus governos investindo em um esporte que é um espetáculo e arrasta fãs por onde passa. Não tenham dúvidas de que os senhores seram lembrados com muito carinho por todos nós envolvidos neste projeto e por todos os amantes do nosso esporte!

    Entrando de cabeça agora nas emoções e disputas dentro da pista, no sábado com uma pista um pouco pesada no início das competições da tarde a primeira bateria a alinhar no gate foi a Intermediária para pilotos que estão subindo de amadores para profissionais e pensando neles a Copa Minas Gerais de Motocross faz essa corrida no sábado para que esses tenham contato com uma pista de nível profissional porém em uma bateria de ritmo mais tranquilo.


    Caí o gate da intermediaria e Daniel Damaceno o “Bubba” brasileiro pulou na frente ele precisava vencer para ficar como vice campeão e foi assim que ele fez, foi absoluto de ponta a ponta. Célio de Morai estava pronto para se tornar campeão até travou um disputa com Alvaro Gomes mais Célio preferiu garantir o título e Alvaro garantiu o 2º lugar da prova Fagner Candido o “Teco” veio de trás buscando e concluiu com um excelente terceiro lugar mesma posição que ficou no ranking final da copa na categoria.

    Confira o vídeo da bateria:


    Resultado da etapa:

    Intermediária
    1. Daniel Damaceno
    2. Álvaro Gomes
    3. Fagner Candido
    4. Ronaldo Vasconcelos
    5. José Dutra

    Resultado da Copa:

    Intermediária
    1. Célio de Morais
    2. Daniel Damaceno
    3. Fagner Candido

    A segunda bateria do dia a largar foi a MX4 para os experientes e veteranos pilotos acima dos 40 anos.


    O mineiro Dario Junior da cidade de Formiga-MG foi absoluto durante todo campeonato na categoria MX4 e na final não foi diferente venceu de ponta a ponta e garantiu o titulo. Guto Lima grande astro do MX no passado sem perder a classe e o estilo foi o 2º colocado sem receber pressão e também concluiu a copa na mesma posição no ranking. Marcelo Murrer foi o 3º, Alessandri Dias nosso querido amigo da MRP o Lê foi o 4º colocado e fechando os 5 primeiros ficou Rodrigo Chulipa.

    Confiram o vídeo da corrida da MX4:

    Resultado da etapa:

    MX4
    1. Dário Júnior
    2. Guto Lima
    3. Marcelo Murre
    4. Alessandri Dias
    5. Rodrigo Chulipa

    Resultado da Copa:

    MX4
    1. Dário Júnior
    2. Guto Lima
    3. Eudes Lima

    Logo após os marmanjos foi a vez das gatinhas entrarem na pista mais um diferencial da Copa Minas que abriu espaço para a categoria feminina que cresceu muito ao decorrer das etapas da Copa.


    O grande nome feminino no MX nacional, a mineira Mariana Balbi foi a vencedora da etapa. Mas a campeã da copa foi mesmo Luana Abreu que pode ser considerada mais um destaque no motocross mineira nos últimos anos a atleta evoluiu e se destacou muito nas pistas de todo país e é mais um grande nome para representar o MX feminino brasileiro. Luana que também garantiu o 2º lugar na etapa apos disputar com a paulista Stefany Serrao que acabou sofrendo uma queda e abandonando a etapa. Em terceiro ficou Marcely Cazadini que volta de uma recuperação de lesão em quarto a irmã mais nova Lays Cazadini e fechando o pódio Ana Ferreira.

    Confiram o vídeo da final da MXF


    Resultados da etapa:

    MXF
    1. Mariana Balbi
    2. Luana Abreu
    3. Marcely Cazadini
    4. Lays Cazadini
    5. Ana Ferreira

    Resultados da Copa:

    MXF
    1. Luana Abreu
    2. Marcely Cazadini
    3. Mariana Balbi


    A dupla de campeãs na classe feminina, Luana Abreu (campeã) e Marcelly Cazadini (Vice)


    Após a classe feminina foi a vez dos mini-pilotos entrarem em ação com a categoria 50cc e nosso piloto Show Radical / Cassios Racing, Gabriel Cassio foi absoluto vencendo com tranquilidade e muito arrojo e garantindo também o título da categoria com seu irmão Arthur Cassio na 2ª posição do ranking. Já na prova o 2º colocado foi Bruno Martins, Gustavo Oliveira foi o 3º, em 4 º Carlos Costa e em 5º Gustavo Lima.

    Confiram ao vídeo da etapa final:


    Resultado da etapa:

    50cc
    1. Gabriel Panzera
    2. Bruno Martins
    3. Gustavo Oliveira
    4. Carlos Costa
    5. Arthur Cassio

    Resultado da Copa:

    50cc
    1. Gabriel Panzera
    2. Arthur Cassio
    3. Carlos Costa


    Família CASSIOS reunida e comemorando os títulos dos campeões dobradinha dos irmãos Gabriel e Arthur.

     


    Encerrando as competições do sábado foi a vez das motos nacionais competirem no técnico circuito montado em São Gonçalo pelo organizador Cassios. O grande destaque da categoria foi o campeão brasileiro na classe o jovem Gabriel Montagner Rossi que levou a equipe Rossi Veículos ao topo do pódio na etapa final. Na segunda colocação após um show de técnica e ultrapassagens veio Richard Bruno o “piabinha”, na terceira posição ficou Fernando “Juruna” o 4º colocado foi Julio Cesar que após muito esforço alcançou a posição para garantir o título do campeonato com Richard “Piaba” como vice. O 5º foi Felipe Arantes.

    Confiram o vídeo da corrida final da nacional:


    Resultado da etapa:

    Nacional
    1. Gabriel Montagner
    2. Richard Nunes
    3. Fernando Jurun
    4. Júlio Eliziário
    5. Felipe Arantes

    Resultado da Copa:

    Nacional
    1. Júlio Eliziário
    2. Richard Piaba
    3. Eduardo Mendes


    Julio Cesar e Piaba, campeão e vice na nacional.

    Após a bateria nacional foram liberados os treinos para os profisionais fazerem o reconhecimento do circuito para as provas do domingo.

    Saiba como foram as principais disputas do domingo 08/12/13.


    Em todas as etapas a copa disponibilizou de um helicóptero para imagens aéreas.

    Na noite de sábado para domingo a chuva foi intensa e mesmo na manhã do domingo o clima era chuvoso a pista ficou muito pesada e era o dia das grandes decisões das principais categorias, grandes prêmios em jogo e os maiores nomes do MX nacional estavam no duelo, receita ideal para grantia de adrenalina.


    A cerimônia de abertura foi emocionante reuniu todas as autoridades na torre de locução com homenagens especiais a todos os envolvidos! Nesta foto da esquerda para direita o prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos, Ricardo Lima o “Cadinho”, Cassios Marques o “Cassinho” e o “Fernandinho Silvestre” representando a ASW.


    Antes da abertura oficial do evento rolou uma sessão de autógrafos com os pilotos das principais equipes do país.


    A primeira bateria a competir na tarde do domingo foi a MX2 com a pista ainda bem pesada devido as chuvas da noite e com muita disputa e grandes nomes essa prova foi sensacional. O paranaense Rafael Faria foi absoluto e muito rápido saindo de ponta e imprimindo um ritmo forte, Wellington Garcia que disputava o título e a moto 0km com Jorge Balbi Jr. bem que tentou acompanhar Faria, mas o paranaense se garantiu. Na terceira colocação Marcelo “Ratinho” Lima teve que andar rápido para segurar o campeão brasileiro o português Paulo Alberto que mesmo com as investidas terminou na 4ª colocação e para fechar o grupo dos 5 primeiros Balbi que fez uma corrida discreta apenas pensando no título e no prêmio, o mineiro sofreu durante toda prova com a sua lesão no ombro que vinha em recuperação da cirurgia que fez 30 dias antes da final da Copa Minas, mas com esse 5º lugar e a boa vantagem que garantiu durante o campeonato o prata da casa foi o grande campeão da MX2.

    Confiram o vídeo da bateria:

    Resultados da etapa:

    MX2
    1. Rafael Faria
    2. Wellington Garcia
    3. Marcello Lima
    4. Paulo Alberto
    5. Jorge Balbi

    Resultados da Copa:

    MX2
    1. Jorge Balbi
    2. Wellington Garcia
    3. Rafael Faria


    Jorge Balbi a linda taça de campeão MX2, a moto 0km e o mentor de todo esse trabalho Cassio Marques.


    A 2ª bateria do domingo foi a 85cc e dessa vez quem veio determinado a vencer foi o jovem piloto da yamaha, Renato Paz o “Muguinho” que não contou com a sorte nas outras etapas que participou mais finalmente pode provar o seu talento com uma bela vitória de ponta a ponta. Frederico Spagnol ganhou várias posições até alcançar a segunda colocação, encostando no líder, mas não o suficiente para tentar a vitória. Eric Domingos se manteve em terceiro, com Vinicius Abreu em quarto. Iuri Naves completou o pódio. O título de campeão foi para Vinícius e Iuri foi o vice.

    O vídeo da categoria 85cc não está disponível.

    Resultados da etapa:

    85cc
    1. Renato Muguinho
    2. Frederico Spagnol
    3. Eric Domingos
    4. Vinícius Abreu
    5. Iuri Naves

    Resultados do Copa:

    85cc
    1. Vinícius Abreu
    2. Iuri Naves
    3. Renato Muguinho


    Na sequência foi a vez da MX3 categoria para pilotos acima de 30 anos e também mulheres com idade liberada e por incrível que pareça Mariana Balbi chegou pronta para o título e sem se preocupar largou bem na 2ª posição seguindo Sidney que fez o holeshot bem de perto, outra gatinha que iria garantir uma bela disputa com Mari Balbi era Stefany Serrão que por azar ficou presa no gate com a queda de André Stocovich e largou na última posição com meia volta de atraso e ao decorrer da bateria imprimiu um forte ritmo para garantir a 2ª colocação, Sidney da Silva foi o 3º com Alexsandro “Nescau” em 4º e Tiago Bueno em 5º.

    Confiram o vídeo da bateria:

    Resultados da etapa:

    MX3
    1. Mariana Balbi
    2. Stefany Serrão
    3. Sidney da Silva
    4. Alexsandro Vieira
    5. Tiago Bueno

    Resultado da Copa:

    MX3
    1. Mariana Balbi
    2. Everaldo Chaves
    3. Tiago Costa


    Na MXJr para os jovens talentos menores de 18 anos com motocicletas de até 250cc o grande destaque foi o paulista Fabio “Moranguinho” Santos piloto oficial do site Show Radical  que chegou na final praticamente campeão e mesmo com uma suspeita de fratura na mão direita devido a uma queda nos treinos da MX2, Fabio entrou na pista para garantir a taça e com muita bravura foi o vencedor, com João Carvalho em 2º, Gabriel Soares o “Tomatinho” foi o 3º, em 4º ficou João Vitor e em 5º Rodolfo Moraes.

    Confiram o vídeo da bateria:


    Resultados da etapa:

    Júnior
    1. Fábio dos Santos
    2. João Carvalho
    3. Gabriel Soares
    4. João Vitor
    5. Rodolpho Moraes

    Resultados da Copa:

    Júnior
    1. Fábio dos Santos
    2. Gabriel Soares
    3. Matheus Miranda

    65cc na pista para definir mais um campeão da temporada e Rafael Araújo, o Bubinha, foi imbatível. Ele assumiu a ponta na largada e no decorrer da prova abriu vantagem sobre os demais, permitindo administrar a vitória. Carlos Pereira estava na segunda colocação, quando na última volta foi ultrapassado por Joaquim Neto. Mateus Mendes se manteve em quarto e Filipe Vieira, após ganhar três posições, terminou na quinta colocação. A taça de campeão na categoria ficou com Carlos Pereira e a de vice com Joaquim Neto.

    Confiram o vídeo da bateria:

    Resultados da etapa:

    65cc
    1. Rafael Araújo
    2. Joaquim Neto
    3. Carlos Pereira
    4. Mateus Mendes
    5. Filipe Vieira

    Resultados da Copa:

    65cc
    1. Carlos Pereira
    2. Joaquim Neto
    3. Luiz de Oliveira

    A classe mais esperada no dia a MX1 contava com muitos pilotos conhecidos, entre eles o português Paulo Alberto e o britânico Adam Chatfield, atuais campeões do Brasileiro de Motocross na MX2 e MX1, respectivamente. Balbi, que durante a disputa na MX2 sentiu muita dor no ombro, decidiu não participar, deixando Wellington Garcia com a mão na taça de campeão. Rafael Faria, em mais uma ótima largada, assumiu a ponta, mas seguido de perto por Wellington. Os dois, por muitas voltas, travaram um belo duelo. Perto da metade da prova, Wellington decidiu fazer uma corrida conservadora para assegurar o título e também o carro zero quilômetro que estava cada vez mais próximo. Adam Chatfield assumiu a segunda colocação e, junto com ele veio Marcello ‘Ratinho’ para garantir a terceira posição no pódio. Paulo Alberto lutou para se manter em quarto, logo à frente de Dudu Lima, que terminou com a quinta colocação. Rafael Farias foi o grande nome das corridas na etapa final, vencendo as duas principais categorias, mas o carro e também o título de campeão foram para as mãos de Wellington Garcia. Jorge Balbi, mesmo sem disputar a bateria, terminou o campeonato com a taça de vice-campeão.

    “Vim para esta final muito concentrado e me preparando para enfrentar o Balbi, mas infelizmente ele sentiu muitas dores na lesão e optou por não correr. Isso fez com que eu me desconcentrasse um pouco. Momentos antes da largada eu comecei a focar mais na corrida e no prêmio. Larguei bem, mas depois de alguns erros, decidi me preservar para não cometer mais nenhum. Mesmo sabendo que o título já estava em minhas mãos, eu teria que terminar bem a prova. A pista tinha muitas caneletas e não permitia erros, por isso eu ‘tirei a mão’. Vim para cá para buscar o título e deu tudo certo. Agora é buscar me preparar para que no ano que vem, para que eu possa conquistar bons resultados”, disse o goiano Wellington Garcia.

    Confiram o vídeo da bateria:


    Resultados da etapa:

    MX1
    1. Rafael Faria
    2. Adam Chatfield
    3. Marcello Lima
    4. Paulo Alberto
    5. Eduardo Lima

    Resultados da Copa:

    MX1
    1. Wellington Garcia
    2. Jorge Balbi
    3. Rafael Faria


    O grande campeão da MX1 Wellington Garcia feliz da vida com o título da primeira edição da Copa  Minas Gerais e um carro 0km na garagem.

     


    No fim das provas de domingo antes da entrega de troféus um espetacular show de freestyle na carreta Turinhos Motos com o piloto Rodrigão #450 deixou o público boquiaberto.

     


    Trio de locução parada dura: Valério Neto, Zezito e Amarildo Martins foram os responsáveis por levarem todo o audio das emoções da Copa Minas Gerais para milhares de casas conectadas no evento através do site Show Radical que transmitiu a final ao vivo.

    A final realizada na Cidade de São Gonçalo do Rio Abaixo contou com o patrocínio de Ampla Motos Yamaha, X11 Equipamentos para Motociclistas, Pirelli e ASW, com apoio da Prefeitura e Câmara Municipal de SGRA, Associação Comércio Indústria e Agricultura de SGRA, Bristol Monte Verde Hotel, TV Globo Minas, Jornal O Tempo e Jornal Super Notícias. A supervisão foi da Federação de Motociclismo do Estado de Minas Gerais e a organização do Motoclube Cassios Racing.

    Relembre a 1ª etapa em Sarzedo – CLIQUE AQUI

    Relembre a 2ª etapa em Betim –CLIQUE AQUI

    Relembre a 3ª etapa em São Gonçalo do Rio Abaixo – CLIQUE AQUI


    [nggallery id=2]