Honda Racing conquista 10º título na geral das motos do Sertões com dobradinha

A equipe Honda Racing conquistou neste sábado (10/9), em Salinópolis, no Pará, seu décimo título na geral das motos do Sertões, em uma campanha perfeita, que também garantiu vitórias nas categorias Moto 1, Moto 2 e Brasil. O grande campeão foi o piloto paulista Bissinho Zavatti, que levantou um troféu inédito em sua carreira, além de ter faturado o tri da Moto 2. Já o argentino Martin Duplessis, segundo na classificação geral, foi o vencedor da categoria Moto 1. Ambos competiram com as motocicletas Honda CRF 450RX. Por fim, o capixaba Tiago Wernersbach, com uma Honda CRF 250F, foi o bicampeão da categoria Brasil, exclusiva para motos nacionais.

A última das 14 etapas do 30º Rally dos Sertões, que neste ano celebrou o bicentenário da Independência do Brasil, foi disputada entre as cidades de Paragominas e Salinópolis, no Pará, e teve 126 km de trechos cronometrados, em um total de 226 km. Bissinho Zavatti, na arrancada final para o título, foi o quinto mais veloz da etapa, finalizando a disputa com uma vantagem de 20min17seg para Martin Duplessis, que foi o terceiro colocado neste sábado. A liderança geral da competição entre as motos foi alcançada por Zavatti no terceiro dia de provas e mantida até o final.

“Estou realizando um sonho. Desde criança, eu sempre tive o sonho de ser campeão do Sertões na geral. Trabalhei e me dediquei muito pra isso e junto com minha equipe Honda Racing, que sempre me apoiou muito, enfim, consegui. Essa é a maior felicidade da minha vida”, disse o paulista, que também ressaltou a consistência, a força e a estabilidade da CRF 450RX, que rodou mais de 7 mil km de norte a sul do país, passando pelas cinco regiões do território nacional. “Eu fui o único piloto que não recebeu penalização e isso mostra o tanto que fiquei focado. Então é isso: com dedicação e trabalho que a gente conquista os nossos sonhos”.

Para o argentino Martin Duplessis, o título da Moto 1 vem carregado de simbolismo, já que é sua primeira temporada na Honda Racing. “Estou muito feliz de entrar para a história dessa equipe tão vitoriosa e tradicional. Esta conquista serve para coroar um trabalho de todos os pilotos, mecânicos e membros desse time”, disse.

A força da equipe também foi ressaltada pelo heptacampeão da competição Jean Azevedo, sexto na geral nesta edição. “É muito bom ver o Bissinho campeão, ele tem treinado muito forte e disputado as competições sempre em alto nível. E está a Honda aí, vencendo mais uma vez. E há muitas vitórias ainda pela frente”, disse o piloto paulista.

Representante da Honda Racing na classe Rally Brasil, Tiago Wernersbach superou um forte resfriado nas etapas finais da competição, manteve o bom desempenho sobre a CRF 250F e faturou, com grande vantagem, o bicampeonato da sua categoria. “Consegui competir muito bem, venci 13 das 14 etapas e estou muito feliz com mais essa conquista. Só posso agradecer a toda equipe que me ajudou muito pra isso”, disse o capixaba.

Para Gabriel Soares “Tomate”, finalizar entre as motos na quarta posição da geral e em segundo lugar da Moto 2 logo no primeiro ano de disputa na tradicional prova é um motivo de celebração. “Nunca tinha passado tantos dias seguidos sobre uma moto, competindo. Meu objetivo foi cumprido, que era concluir a prova, e conseguir chegar entre os primeiros é algo grandioso pra mim”, afirmou o piloto mineiro, que antes disputava provas de enduro.

O ótimo desempenho da Honda Racing no Sertões foi muito comemorado pelo chefe da equipe Honda Racing, Dário Júlio. “É um prazer estar aqui mais uma vez, ainda mais dessa maneira. Esta conquista é fruto de um trabalho de muitos anos, porque a cada competição podemos aprender com alguma situação adversa ou alguma deficiência que se apresenta. Aprendemos juntos para, a cada ano, ficarmos mais fortes”, afirmou o mineiro.

O Rally dos Sertões 2022 teve início em Foz do Iguaçu (PR), no dia 27 de agosto, e, ao longo de 14 etapas, passou pelos estados de Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Piauí, Maranhão e Pará. O roteiro, apontado como o maior do mundo em especiais (trechos cronometrados), que somaram mais de quatro mil quilômetros, teve 7.202 km no total. A competição também contou com disputas em categorias para quadriciclos, UTVs e carros.

A equipe Honda Racing de Rally é patrocinada por Pro Honda, ASW, Alpinestars, Borilli Racing, DID e Seguros Honda.

Resultados 30º Sertões (extraoficiais)

Classificação final (cinco primeiros)

Geral Motos
1 – Bissinho Zavatti #6 – 52:07:22 – Honda CRF 450RX
2 – Martin Duplessis #21 – 52:27:39 – Honda CRF 450RX
3 – Ricardo Martins #4 – 52:30:56
4 – Gabriel Soares #19 – 53:40:20 – Honda CRF 450RX
5 – Tiago Fantozzi #57 – 53:45:12
6 – Jean Azevedo #2 – 54:06:38 – Honda CRF 450RX
12 – Tiago Wernersbach #9 – 60:25:47 – Honda CRF 250F

Moto 1
1 – Martin Duplessis #21 – 52:27:39 – Honda CRF 450RX
2 – Ricardo Martins #4 – 52:30:56
3 – Jean Azevedo #2 – 54:06:38 – Honda CRF 450RX
4 – Richard Fliter #38 – 55:19:15
5 – Marco Antonio Pereira #14 – 56:21:18

Moto 2
1 – Bissinho Zavatti #6 – 52:07:22 – Honda CRF 450RX
2 – Gabriel Soares #19 – 53:40:20 – Honda CRF 450RX
3 – Tiago Fantozzi #57 – 53:45:12
4 – Rafael Milan #16 – 59:06:15
5 – Fabian Von Thuengen #45 – 62:36:49

Brasil
1 – Tiago Wernersbach #9 – 60:25:47 – Honda CRF 250F
2 – Adão Lemos #13 – 70:13:04
3 – Marcelo Massanori #48 – 155:49:58

Etapa 14 (cinco primeiros)

Geral Motos
1 – Ricardo Martins #4 – 01:08:35
2 – Tiago Fantozzi #57 – 01:08:37
3 – Martin Duplessis #21 – 01:08:49 – Honda CRF 450RX
4 – Gabriel Soares #19 – 01:09:20 – Honda CRF 450RX
5 – Bissinho Zavatti #6 – 01:11:16 – Honda CRF 450RX
6 – Jean Azevedo #2 – 01:11:47 – Honda CRF 450RX
8 – Tiago Wernersbach #9 – 01:18:02 – Honda CRF 250F

Moto 1
1 – Ricardo Martins #4 – 01:08:35
2 – Martin Duplessis #21 – 01:08:49 – Honda CRF 450RX
3 – Jean Azevedo #2 – 01:11:47 – Honda CRF 450RX
4 – Richard Fliter #38 – 01:19:35
5 – Marco Antonio Pereira #14 – 01:20:59

Moto 2
1 – Tiago Fantozzi #57 – 01:08:37
2 – Gabriel Soares #19 – 01:09:20 – Honda CRF 450RX
3 – Bissinho Zavatti #6 – 01:11:16 – Honda CRF 450RX
4 – Rafael Milan #16 – 01:19:56
5 – Luis Santos #73 – 01:20:30

Brasil
1 – Tiago Wernersbach #9 – 01:18:02 – Honda CRF 250F
2 – Adão Lemos #13 – 01:33:25
3 – Marcelo Massanori #48 – 09:30:00