Honda Racing: Tunico Maciel é o mais rápido das motos na quinta etapa do Sertões 2020

Com o desempenho, piloto da equipe Honda Racing está ainda mais próximo da liderança na classificação geral e na categoria Moto 1; Bissinho Zavatti (Moto 2) e Thiago Veloso (Brasil) seguem na dianteira das suas classes. Foto: Mundo Press

O mineiro Tunico Maciel foi o mais rápido das motos na quinta etapa do Sertões 2020, acelerando a CRF 450RX entre Palmas, local da Bolha 4, no Tocantins, até a Bolha 5, em Carolina, Maranhão. Foram percorridos 610 quilômetros – 227 deles de especiais (trechos cronometrados). Com o desempenho, obtido nesta quinta-feira (5/11), o piloto da equipe Honda Racing diminuiu a diferença para o atual líder da classificação geral e da categoria Moto 1, Ricardo Martins, para apenas 4min30seg. Na Moto 2 e na Brasil, respectivamente, Bissinho Zavatti e Thiago Veloso seguem firmes nas primeiras colocações das classes.

O Sertões vive momentos decisivos, já que faltam duas etapas para definir os campeões da temporada 2020. “Temos mais dois dias de disputas, há muito rali pela frente ainda. Eu não vou desistir de brigar pelo título até o final, só em Barreirinhas que eu vou parar de acelerar”, avisa Tunico Maciel, atual bicampeão das motos, referindo-se ao local de chegada, no Maranhão, no próximo sábado (7/11).

Tunico Maciel
Foto: Mundo Press

Sobre a etapa do dia, Maciel contou que houve desafios variados. “Foi uma especial diferente, logo na largada vimos que muitas marcas no chão indicavam que havia chovido bastante. Teve muita poça d´água, pontos sinuosos e trechos bem rápidos, bons de acelerar”, resume. Companheiro de equipe de Maciel da categoria Moto 1, o paulista Jean Azevedo, sete vezes campeão do Sertões, teve problemas e não completou a etapa.

Jean Azevedo
Foto: Mundo Press

Bissinho Zavatti, paulista de Monte Alto, manteve a liderança da categoria Moto 2 com a CRF 450RX. Na etapa do dia, ele fez o segundo melhor tempo da categoria e foi o quinto colocado na geral das motos. “Foi uma especial muito boa, apesar de curta, porque um trecho foi cancelado por conta de um rio, que encheu demais. Pegamos chuva, areia, trechos de altas velocidade e até poeira no caminho, foi um dia completo e muito produtivo. A minha CRF 450RX só precisa de uma manutenção básica para as etapas finais”, explica.

Bissinho Zavatti
Foto: Mundo Press

Estreante no Sertões e na equipe Honda Racing, o mineiro Thiago Veloso está animado com a liderança na Brasil. Ele pilota a CRF 250F na classe exclusiva para motocicletas de fabricação nacional. “Hoje a especial teve pontos bem rápidos, em retas de altas velocidades, e eu não cometi nenhum erro. Estou em primeiro na categoria Brasil e agora é descansar e manter o foco, porque ainda temos mais dois dias de prova”, conclui.

Thiago Veloso
Foto: Mundo Press

Nesta sexta-feira, a caravana do rali segue em direção à Bolha 6, ainda no Maranhão. O percurso terá 741 km (300 de especiais). O Sertões 2020 conta com 4.567 quilômetros no total, sendo 1.642 de especiais, que também incluem passagem pelo Distrito Federal e pelos estados de Goiás e Tocantins. A prova teve início no dia 31 de outubro, partindo de Mogi Guaçu (SP), e a chegada será no dia 7 de novembro, em Barreirinhas (MA). A competição também é válida como decisão do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country 2020.

A equipe Honda Racing de Rally é patrocinada por Pro Honda, ASW, Alpinestars, DID, Michelin e Seguros Honda.

Resultados – Sertões 2020 – Extraoficiais

5ª etapa – Geral Motos
1 – #1 – Tunico Maciel – 03:41:47
2 – #3 – Ricardo Martins – 03:42:23
3 – #72 – Vitor Siqueira – 03:43:23
4 – #8 – Bruno Leles – 03:46:13
5 – #11 – Bissinho Zavatti – 03:46:38
23 – #58 – Thiago Veloso – 04:01:46

5ª etapa – Moto 1 (antiga Super Production)
1 – #1 – Tunico Maciel – 03:41:47
2 – #3 – Ricardo Martins – 03:42:23
3 – #51 – Francisco Oliveira – 03:57:47
4 – #19 – Luciano Anacleto – 04:07:02
5 – #56 – Alberto Cunha – 04:12:27

5ª etapa – Moto 2 (antiga Production Aberta)
1 – #8 – Bruno Leles – 03:46:13
2 – #11 – Bissinho Zavatti – 03:46:38
3 – #5 – Tulio Malta – 03:48:11
4 – #10 – Luciano Gomes – 03:51:35
5 – #6 – Rami Sfredo – 03:51:46

5ª etapa – Brasil
1 – #58 – Thiago Veloso – 04:01:46
2 – #28 – André Bezerra – 04:02:17
3 – #33 – Rafael Espindola – 04:02:33
4 – #50 – Francisco Pitombeira – 04:15:58
5 – #70 – Adão Lemos – 04:16:51

Classificação após a 5ª etapa – Geral Motos
1 – #3 – Ricardo Martins – 17:16:19
2 – #1 – Tunico Maciel – 17:20:50
3 – #11 – Bissinho Zavatti – 17:27:10
4 – #72 – Vitor Siqueira – 17:36:03
5 – #5 – Tulio Malta – 17:37:11
10 – #58 – Thiago Veloso – 18:11:27

Classificação após a 5ª etapa – Moto 1 (antiga Super Production)
1 – #3 – Ricardo Martins – 17:16:19
2 – #1 – Tunico Maciel – 17:20:50
3 – #51 – Francisco Oliveira – 18:46:42
4 – #56 – Alberto Cunha – 20:25:26
5 – #46 – André Gualhardo – 20:36:11

Classificação após a 5ª etapa – Moto 2 (antiga Production Aberta)
1 – #11 – Bissinho Zavatti – 17:27:10
2 – #5 – Tulio Malta – 17:37:11
3 – #8 – Bruno Leles – 17:52:44
4 – #10 – Luciano Gomes – 18:00:325
5 – Emerson Loth – 18:02:46

Classificação após a 5ª etapa – Brasil
1 – #58 – Thiago Veloso – 18:11:27
2 – #33 – Rafael Espindola – 18:42:08
3 – #28 – André Bezerra – 18:53:46
4 – #50 – Francisco Pitombeira – 19:49:17
5 – #70 – Adão Lemos – 20:12:18

Roteiro do Sertões 2020*

6/11/2020 – sexta-feira
6ª etapa – Bolha 5 / MA a Bolha 6 / MA
Deslocamento inicial: 128 km
Trecho especial: 300 km
Deslocamento final: 313 km
Total: 741 km

A especial já começa com belas paisagens, por estradas de médias velocidades que vão ficando cada vez mais estreitas e travadas. A partir da metade, o trajeto fica mais rápido, com lombas e depressões. Haverá dois trechos com retas muito longas, de altíssimas velocidades, em terreno de piçarra. No final, será preciso mais atenção para completar a especial em trechos arenosos.

7/11/2020 – sábado
7ª etapa – Bolha 6 / MA a Barreirinhas (MA)
Deslocamento inicial: 258 km
Trecho especial: 223 km
Deslocamento final: 34 km
Total: 515 km

A organização do Sertões promete deixar a melhor especial para o final. Com prova na areia, a navegação fará toda a diferença. Após um começo travado em piçarras, o trecho fica arenoso à medida que cruza pequenos riachos, os quais estarão secos na época da prova. Após o abastecimento, praticamente na metade da especial, as dificuldades serão extremas por conta da areia e da parte final com navegação por GPS em dunas. Com muitos way points a serem cobertos, qualquer erro pode ser fatal. O final em Barreirinhas promete ser apoteótico, a imagem a ser gravada nas memórias dos participantes. Chegar ao final do Sertões 2020 já será uma grande vitória.

TOTAL DO PERCURSO: 4.567 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 1.642 km


* O roteiro é fornecido pela organização do evento e está sujeito a alterações.

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡!

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!