MXoN 2021: Competindo em casa, Itália quebra o jejum e conquista o título

Antonio Cairoli Foto: MXGP

Hoje foi a vez de conhecermos os campeões da 74ª edição do Motocross das Nações. Após disputas acirradas durante as heats realizadas no sábado, onde 3 países diferentes venceram cada uma das baterias, nesse domingo a chuva que caiu durante a madrugada deixou a pista ainda mais técnica e as disputas imprevisíveis.

Na primeira corrida, o dinamarquês Thomas Olsen saiu bem, logo assumiu a liderança e manteve até a bandeira quadriculada, Tom Vialle de 250cc na pista pesada por conta da chuva conquistou um grande 2º lugar, chegando a incomodar o líder por alguns instantes. Representando dois dos países favoritos, Glen Coldenhoff e Cairoli tiveram resultados abaixo do esperando, ficando fora do top 10.

Nas baterias seguintes a seleção italiana se recuperou e voltou a figurar nas primeiras colocações. Enquanto isso o holandês Jeffrey Herlings foi o grande destaque e venceu as categorias MXGP + Open e MX2 + Open, levando a equipe holandesa ao vice campeonato.

Jeffrey Herlings #1
Foto: MXGP

Marcando a despedida de Cairoli do MXON, a Itália conquistou o título após anos. O trio formado por Mattia Guadagnini, Alessando Lupino e Cairoli, manteve a constância durante todo o fim de semana e conquistou o título por apenas um ponto sobre os holandeses. Completando o pódio ficou a seleção da Grâ Bretanha, formada por Ben Watson, Shaum Simpson e Conrad Mewse.

Foto: MXGP

Melhores momentos:

Confira os resultados das baterias e a classificação final das nações.

Resultados final:

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡! 

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!