Bruno Crivilin faz história no Mundial de Enduro na França

Piloto Honda é o primeiro brasileiro a vencer uma especial (trecho cronometrado) e subir ao pódio na competição que reúne os melhores do mundo na modalidade

Fotos: Janjão Santiago | MundoPress

O brasileiro Bruno Crivilin entrou para a história neste domingo (20/9). O piloto Honda venceu uma especial (trecho cronometrado) e subiu ao pódio na categoria J1 (Júnior 1), no segundo dia do GP da França, válido pela abertura do Mundial de Enduro, realizado em Réquista. É o melhor resultado do país na competição que reúne os melhores do mundo na modalidade. O capixaba de Aracruz terminou a etapa na terceira colocação na classe para participantes até 23 anos e com motos até 250cc.

“Estou muito feliz e satisfeito. É o meu primeiro pódio no Mundial, minha primeira grande conquista nessa competição. O troféu não é só meu e sim de todos que estão torcendo por mim no Brasil e em outros países. Essa energia que estou sentindo agora é incrível, assim como levar a bandeira do Brasil ao pódio da maior competição do mundo da modalidade. Obrigado a todos”, comemora Crivilin, que é atual bicampeão brasileiro de Enduro FIM nas categorias Enduro GP (geral) e E1. 
 
Foram dois dias intensos de provas, com três voltas cada um, divididas em três especiais: um Cross Teste, um Enduro Teste e um Extreme Teste. No sábado (19/9), Crivilin finalizou o dia em sétimo lugar na categoria J1 e em 15º no consolidado da Júnior.

Já no segundo dia, o brasileiro foi o mais rápido na quinta especial, ou seja, a segunda passagem no Extreme Teste. Com a motocicleta Honda CRF 250RX, ele cravou o tempo de 3min59s94 e ficou à frente de pilotos da classe que utilizam modelos acima de 250cc. Além da terceira posição na J1, ele finalizou o dia em oitavo na geral da Júnior.

Antes de Bruno Crivilin, o melhor resultado do Brasil na modalidade foi com Felipe Zanol, atual chefe da equipe Honda Racing de Enduro FIM, que venceu uma etapa do International Six Days of Enduro (ISDE), a Copa do Mundo do esporte, em 2008, na Grécia.

Um dos principais nomes do motociclismo do país, Crivilin tem 23 anos e é o representante brasileiro no Mundial de Enduro 2020. Ele integra a equipe S2 Motorsport, ao lado do italiano Alex Salvini, campeão mundial da modalidade, que disputa a classe E2 da competição. Na próxima semana (25 a 27/9), o campeonato continua com o GP da Itália, em Spoleto.

Resultados GP da França – Mundial de Enduro 2020

2ª etapa – Domingo (20/9)

Final Júnior 1 – Cinco primeiros

1º Lorenzo Macoritto #195 (ITA)
2º Roni Kytonen #191 (FIN) – Honda – RedMoto World Enduro
3º Bruno Crivilin #199 (BRA) – Honda – S2 Motorsport – CRF 250RX
4º Till de Clercq #146 (FRA)
5º Antonine Criq #108 (FRA)
 
Geral Júnior – Cinco primeiros
1º Theophile Espinasse #207 (FRA)
2º Hamish MacDonald #276 (NZL)
3º Matteo Pavoni #298 (ITA)
4º Wil Ruprecht #217 (AUS)
5º Lorenzo Macoritto #195 (ITA)
8º Bruno Crivilin #199 (BRA) – Honda – S2 Motorsport – CRF 250RX

1ª etapa – Sábado (19/9)

Final Júnior 1 – Cinco primeiros
1º Roni Kytonen #191 (FIN) – Honda – RedMoto World Enduro
2º Ruy Barbosa #114 (CHI)
3º Lorenzo Macoritto #195 (ITA)
4º Antoine Alix #188 (FRA)
5º Till de Clercq #146 (FRA)
7º Bruno Crivilin #199 (BRA) – Honda – S2 Motorsport – CRF 250RX
 
Geral Júnior – Cinco primeiros

1º Theophile Espinasse #207 (FRA)
2º Hamish MacDonald #276 (NZL)
3º Roni Kytonen #191 (FIN) – Honda – RedMoto World Enduro
4º Ruy Barbosa #114 (CHI)
5º Lorenzo Macoritto #195 (ITA)
15º Bruno Crivilin #199 (BRA) – Honda – S2 Motorsport – CRF 250RX

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site Show Radical 👇⚡!

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!